×
Não tem uma conta? Cadastre-se

Segmento de caminhões foi o que menos sentiu a crise

Imagem ilustrativa da notícia: Segmento de caminhões foi o que menos sentiu a crise
Foto Jornalista $publicador

Bruno de Oliveira

08/01/2021

São Paulo -- A produção de caminhões chegou a 90,9 mil unidades em 2020, volume que, ainda que tenha sido 20% inferior àquele registrado em 2019, foi considerado resultado positivo pela Anfavea, que divulgou seu balanço na sexta-feira, 8. Como observou o vice-presidente Marco Saltini, "foi o segmento que menos sentiu os efeitos da pandemia, com uma menor redução nos volumes se compararmos com o desempenho de outros dentro do setor automotivo. Foi um ano melhor do que 2018, por exemplo."

Em dezembro saíram das linhas das montadoras instaladas no Brasil 10,4 mil caminhões, 8,6% a menos do que em novembro e 75,5% a mais do que em dezembro de 2019. O resultado expressivo do mês foi o maior registrado pelo segmento desde dezembro de 2014.

No acumulado do ano, do total produzido, 44 mil unidades correspondem aos modelos pesados: na comparação com 2019, foi 28,5% inferior. A produção de modelos semipesados sentiu menos e chegou a 27,2 mil unidades no ano passado, praticamente o mesmo volume registrado em 2019, com 0,3% a menos. A produção de leves somou 14,7 mil unidades, 18% a menos. No mesmo período saíram das linhas 4,2 mil caminhões médios, queda de 24%. Já a produção de semileves somou 619 unidades, queda de 36%.

Foto: Divulgação.